Aprovado Estudo Sobre Novo Sistema De Abastecimento De Água Potável A Caxito

Caxito - O Governo Do Bengo, Reunido Hoje, Em Caxito, Em Sessão Ordinária Sob Orientação Do Governador João Bernardo De Miranda, Aprovou O Estudo Sobre O N


Caxito - O governo do Bengo, reunido hoje, em Caxito, em sessão ordinária sob orientação do governador João Bernardo de Miranda, aprovou o estudo sobre o novo sistema de abastecimento de água potável a cidade de Caxito para os próximos 15 anos.
 
 
De acordo com o documento final da reunião, o referido estudo foi realizado pela empresa Edifer e está avaliado em cerca de 60 milhões de dólares e a sua implementação foi projectada para um período de 15 meses.
 
 
O estudo contempla as localidades das Mabubas, Lembeca, Sassa-Povoação, Caxito, Açucareira, Sassa-Cária e Porto Quipiri.
 
 
A medida que a população da cidade for crescendo, esse sistema será ampliável com possibilidades de extensão para as localidades da Barra do Dande e Musseque Quicoca.
 
 
O estudo, refere o documento, acresce-se o projecto de infra-estruturas, reparação de estradas, drenagem de águas fluviais e residuais, electricidade e água aprovado pelo governo da província na segunda reunião ordinária.
 
 
Na sua sexta sessão ordinária, o executivo do Bengo foi informado sobre a situação da fome no Ambriz e Kicabo, tendo recomendado a directora provincial da Assistência e Reinserção Social no sentido de acompanhar o desenvolvimento da situação nos locais, mantendo actualizado o Governo da Província para permitir a tomada de medidas oportunas.
 
 
Segundo a informação prestada, o número de afectados pela penúria ronda na ordem das 18 mil pessoas.
 
 
Por outro lado, o governo recomendou ao delegado provincial das Finanças a produzir um instrutivo simplificado dirigido às administrações municipais orientando-as em como devem proceder para à cobrança de impostos e taxas.
 
 
Foi igualmente recomendado a este responsável que aprimore os mecanismos de controlo de cobrança das taxas ao nível dos municípios, devendo para o efeito trabalhar em cooperação com o director provincial do Comércio, Turismo e Hotelaria.



 

Publicidade