REVISTA TAE - Esgoto da Reserva do Paiva é tratado por estação de tratamento da Ecosan

Esta notícia já foi visualizada 10008 vezes.

Esgoto da Reserva do Paiva é tratado por estação de tratamento da Ecosan

Data:23/08/2016- Fonte:Assessoria de Imprensa

Os efluentes são utilizados para irrigar os campos de golfe do primeiro bairro planejado do litoral pernambucano ou podem ser lançados no rio Pirapama

Fornecida e instalada pela Ecosan,a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Reserva do Paiva, o primeiro bairro planejado de Pernambuco, estrategicamente localizado entre o Recife e o complexo de Suape possui uma área de 526 hectares, sobre uma faixa de 8,5 quilômetros de praias e cercado pela Mata Atlântica. Idealizada pela Oderbrecht Realizações Imobiliárias, em parceria com os Grupos Cornélio Brennand e Ricardo Brennand, a Reserva do Paiva é composta de condomínios residenciais, condomínios empresariais, escolas, hotéis e demais infraestrutura.

A ETE, construída pela Flamac Incorporação e Construção, é composta por tratamento primário dos efluentes e um sistema de lodos ativados por aeração prolongada, com desidratação mecânica dos lodos gerados e desinfecção por radiação ultravioleta. Seus efluentes podem ser lançados no rio Pirapama ou ser reutilizados para a irrigação dos campos de golfe. Seu diferencial é que a unidade foi dimensionada de forma modular, sendo possível sua implantação em quatro etapas, de forma a melhor acompanhar a curva de crescimento populacional prevista, minimizando a necessidade de investimentos no curto prazo. A vazão média da estação é de 152 litros por segundo e a vazão máxima, de 229,06 l/s.

“O tipo de tratamento adotado minimiza o risco de geração de odores indesejáveis, já que utiliza o processo aeróbio em todas as fases de tratamento previstas, inclusive para a digestão de lodo. Trata-se de um processo ideal para as características do empreendimento de Reserva do Paiva, onde se deseja uma solução de tratamento que gere o mínimo de impacto possível na área em que foi implantada, permitindo ainda uma grande simplicidade na sua operação e segurança quanto à qualidade de efluente desejada”, afirma André Telles, diretor executivo da Ecosan.



+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade